sábado, 1 de dezembro de 2007

Do Amor, por Martha Galrão
















Tagore
.

Por muitas noites e luas
em uma garrafa de náufrago
deslizou nas águas do rio
a promessa que lhe faço.

Você responde com música
batendo forte os pés no chão.
Você quer leitura
na palma da minha mão.

Canto em sua língua cigana
É pela cintura, rapaz,
que você deve me enlaçar
nessa dança.

Cigano,
será contra o vento
se acontecer à beira do mar.

E se for à beira
do precipício do mundo
será tontura e estrelas
o céu de suas palavras.

No abraço,
escutarei em meu peito
a desordem do seu coração.

Um desgoverno danado
Em meu peito, dois pandeiros
E a porta aberta pro sul.

.

11 comentários:

SAMANTHA ABREU disse...

Martinha,
penso em com amor têm sido assim... tão cigano, incerto e tão misterioso.

Tua poesia é linda.
Um beijo!

Clóvis Campêlo disse...

Fico feliz em estar aqui e dar mais uma espiadinha em ti, nos teus versos.
Gostaria de dizer mais coisas, mas hoje é sábado e até as palavras gostam de um descanso.
Saio do jeiro que entrei, deixando a porta aberta.
Beijos

Paulo D'Auria disse...

Belo poema de amor, de descobertas, de promessas, "No abraço,/ escutarei em meu peito / a desordem do seu coração", de entrega.

Grandes Beijos

MARIAESCREVINHADORA disse...

Versos lindos, Marthinha.
Dizem da paixão sem freios, da conquista, do amor entrega total.Quem não sonha com um cigano sedutor?
Adorei.
Beijo,

Conceição

KIMDAMAGNA disse...

Vestida de nu
sumptuosa emergiste.
escrevendo,
citas te.

Abraço

José Calvino disse...

Querida Marthinha,
Poema lindo! Ver sapatearem como flamengo um bom tempo... Numa praia deserta. Dançar, dançar, dançando à beira-mar em cima de um barco virado até cansar de amar.
Mais uma vez parabéns poetamiga!
Beijos do,
Calvino
Recife

Rodolfo disse...

Que descoberta este blogue!

Este texto está lindo. Raro ver poemas de amor que não caem no lugar-comum!

Parabéns!!

Franci disse...

Martha

Fico feliz com tantas palavras lindas. Seus poemas me encantam.

Beijo e parabéns!

Lais Mouriê disse...

Texto lindo demais, Marthinha!

Bjos

Fabrício Fortes disse...

bem bom mesmo!!
estou encantado com esse blog..
já está nos meus favoritos.
meus cumprimentos a todas

Salve Jorge disse...

Esse modo de amar
Engarrafado
Há de bem ficar
Se virar um fado
Ecoando num retumbante brado
Pro cigano escutar
E ficar encantado
Ebriamente embalado
Aprendendo a voar...