sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Cândidas Pétalas, por Syssy Virtuale

.
No quinto dia, com um certo pesar, Laverne decidiu tomar a pílula. Sabía que aquele reencontro lhe traria força e a agonia do desato. A pílula desejada era a do esquecer;
Junto com o gole d´agua, uma prece:
"Que o nosso Amor não se plasme agora, Amém."
.
.
Ao fechar os olhos, ela o enxergou de alvo da cabeça aos pés, com uma fartura de búzios e pétalas em suas mãos. E com essas pétalas ela enxugou suas lágrimas.
.
.
.

4 comentários:

Seu Hélio disse...

terminar e voltar... O eterno ciclo vicioso dos amantes

http://www.auquemia.blogspot.com

Maria Muadié disse...

Adoro pílulas de esquecimento. Onde é que vende?

Paulo D'Auria disse...

Syssy,

Perturbador,
Amei!

PS: Você não sabe Martha? Vende na barraca dos 40 anos!!! Eu já preciso tomar pílula pra lembrar de tomar a pílula do lembrar!

Adriano Caroso disse...

Muito bom! Que bom que voltou!