segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

por Karla Jacobina


Debaixo da chuva
com tendinite
sem um puto no bolso
esperava o ônibus
e a morte chegar
Sentou do seu lado
Cão com pêlo molhado
e começou a chorar

3 comentários:

angu disse...

Inconsciente coletivo ou dor de enxergar no outro a crueldade da própria miséria? Um ou outro, esse choro dói tão fundo, que um simples lamento ecoa trovões no peito de quem sofre como cão.
.
Você é ótima e sabe disso!

Paulo D'Auria disse...

... Macabéééa...!

Fabricio Fortes disse...

sou eu numa manhã de sábado de 2006.