terça-feira, 4 de março de 2008

Genocídio, por Samantha Abreu


.....Ela matou os três. Chegou de saco cheio, depois de ter batido o carro numa lixeira, sujado o pára-lama e ralado a pintura da porta. Sentiu vontade de atropelar todos que via pelas ruas, mas envergonhou-se de chamar tanta atenção publicamente. Ah, mas eles não escapavam! Já tinha agüentado demais. Eram inúmeras contas para pagar, compras no supermercado e comida para fazer.
.....Matou todos com uma dose exageradamente generosa do seu veneno favorito, que já não lhe dava mais o mesmo prazer quando era usado em ratos.
.....Matou-os e saiu com passos leves, para espairecer na varanda. Na rua, alguns cachorros reviravam latas de lixo e, por um momento, até pensou em lhes dar aquelas carnes frescas, cujo sangue ainda estava quente.
.....Sentou-se na cadeira de balanço e pensou que, finalmente, amanhã poderia voltar para casa somente após o happy hour e não teria que arrumar mais a bagunça de brinquedos espalhados pela casa. Talvez, amanhã, fosse ao shopping e conseguisse parcelar aquele vestido.
.
.

9 comentários:

Salve Jorge disse...

Que ela é de matar, nenhum deles nunca duvidou.. mesmo naquele momento agonizante em que o ar faltava, as órnitas reviravam, a garganta secava.. eles todos sabiam, o veneno dela era inigualável...
Nunca é um prazer unívoco morrer, mas ao menos que seja por uma boa causa...

Paulo Bono disse...

se ela tivesse ido ao shopping antes e comprado a porra do vestido, estaria relaxada e feliz o bastante para não querer matar ninguém.

abração, samantha

Marcelo Mendonça disse...

Herodes tinha razão...

adorei, Sá

Cabraforte disse...

ola Samantha e todas que ainda não conheço e que fazem parte deste blog, vcs são demais! Adorei este post seu Samantha Cotidiano e o que nós move a escrever mais e mais das pessoas!


queria pedir a atenção de vcs para um blog sobre cinema onde eu e mais dois amigos, conversamos sobre os filmes que estão ai jogados para milhoes de telespectadores!

http://doishaum.blogspot.com/

esse eh o endereço, estamos trazendo ele devolta ao ritmo normal de publicações e pedimos mais participações para que tenham interresse em participar. Todos nós blogueiros podemos fazer esse intercambio de ideias sobre as coisas que nos faz escrever e pensar!

certio?

Obrigado pelo espaço e desculpa qualquer coisa ae!

bj prazeres!

osátiro disse...

As comprar são mesmo um problema...

Ane Brasil disse...

é por isso que eu digo: happy hour é sagrado.
sorte e saúde pra todos!

José Calvino disse...

Querida Samantha,
Essa pequena história fictícia, vc retrata tão bem a psicologia de uma assassina, que sugiro estender mais, para um bom livro de contos. Quem sabe?
Beijos do,
José Calvino

Paulo D'Auria disse...

...Sá, um arrepio percorreu a minha espinha...

Nossa, menina!

Excelente!

Beijos

Ana disse...

Não sei se tem filhos, só sei que, às vezes, tudo isso passa pela cabeça de quem tem...
Beijo!