sexta-feira, 28 de março de 2008

Natura {Passione:

Aquele querubinzinho.. era terrível. Essência novata, era aprendiz de vôo ainda. Como todo querubim, era curioso e ciumentinho, confesso. Mas seu alento organicu ex-machina o traquinava, e num tombo, caíra no macro. Perdendo suas asas como castigo em queda livre, percebera que Vulture já aguardava-o numa rapina e-
...
!
.
[Pequena Kônia se enxergara].
Era a lei natural.
Vulture deleitou-se em banquete público, salvando as asas para, imediatamente, fantasiar_
:_ /
_em / ser /

..................Kerub
.

2 comentários:

SAMANTHA ABREU disse...

putz... eu não sei dizer que acontece comigo quando leio-te.
mas é bom demais.

um beijo, Gatusca!

Katrina disse...

Sabe,me lembrou um Haroldo de Campos,mas em prosa.Fabuloso
:)