terça-feira, 13 de maio de 2008

In a Cup, por Samantha Abreu


Bastava ter vindo
quando eu disse:
“Vem”.
Tomei teu tempo
on the rocks.

Agora, baby,
nada mais está parado,
congelado.
Bebo a vida
cowboy,
e queimo a boca
bem longe da tua.
.

10 comentários:

Three Love's disse...

Bastava ter vindo
quando eu disse:
"Vem".

bastava isso, era tão simples, tão descomplicado...
e porque agora eu
queimo a boca
bem longe da tua?

vocês, meninas, sempre me surpreendem, e eu sempre compreendo vocês de mil maneiras diferentes.
beijos,

Salve Jorge disse...

mAs eu vim
Nem cabia em mim
Quando disseste vem
E eu trouxe a lenha
Pro teu fogo acender
Mas tudo que pude ver
Foi sua autonomia
E essa garrafa vazia
Que no chão jazia...

Paulo D'Auria disse...

Oi, Sá

Etílicos trocadilhos!

Beijos

KARLA JACOBINA disse...

"Bebo a vida cowboy"

Apenas quem poderia ter dito isso é vc Sá! Genial!

Beijo.

Fábio R. disse...

Tu é phoda mulé. Com ph!!!
bebamos a volta por "riba". E sem medo da ressaca...rs
Beijos muitos em você

Adriano Caroso disse...

Samantha você é FODA! Muito bom!

Dani Morreale disse...

caraaaaaaaaaaaaco!!!!!!

Queimei as pestanas com toda sanha.

Delícia!

Beijos

Dolfo disse...

A cachaça sempre foi cowboy!

: )

Maria Muadiê disse...

"Bastava ter vindo
quando eu disse:
“Vem”."
Ora, bolas!! Agora vá se danar! Gostei dessa poesia, leve, bem humarada e expectorante.
;)
bjo

Juliana disse...

Rá!

Do it, cowgirl...