segunda-feira, 2 de junho de 2008

EU TENHO INVEJA DOS JOVENS, por Karla Jacobina


Eu tenho inveja dos jovens
E admito
porque jovem não sou mais
Sou adulta demais
por isso
admito que tenho inveja dos jovens
Se eu fosse jovem
e conseguisse ter inveja
eu não admitiria
porque jovem é adulto de menos
para admitir a inveja
muito menos
que é adulto de menos

Eu tenho inveja de tudo nos jovens
Até das mochilas dos jovens
eu morro de inveja
As mochilas dos jovens
além de coloridas
estão sempre cheias
Mas não é o fato das mochilas dos jovens
serem simplesmente cheias e coloridas
que me causa inveja
Eu tenho inveja das mochilas dos jovens
porque elas são cheias de hormônios
cheias de sonhos
cheias de maconha
cheias de planos
fuga de casa
revolução no país
cola infalível
É por isso que eu
morro de inveja das mochilas dos jovens

Eu tenho inveja de tudo nos jovens
Até das mochilas dos jovens
eu morro de inveja
Mas, tenho inveja mesmo
do all star dos jovens
O all star dos jovens
além de sujos
estão sempre desamarrados
Mas não é o fato do all star dos jovens
serem simplesmente sujos e desamarrados
que me causa inveja
Eu tenho inveja do all star dos jovens
porque estão sempre imundos de novidades
de lama de cores diversas
sujos de pressa
correndo para qualquer lugar
É por isso que eu
morro de inveja do all star dos jovens

Eu realmente invejo tudo nos jovens
Até as mochilas e o all star dos jovens
eu invejo
Mas, morro
morro de inveja mesmo
da virgindade dos jovens
A virgindade dos jovens
por mais que sue de emoção
é a mais corajosa que já vi
Mas não é o fato da virgindade dos jovens
ser simplesmente suada e corajosa
que me causa inveja
Eu tenho inveja da imaturidade peituda dos jovens
da inocência virgem
do fígado virginho da silva
e do coração louco
doido, maluco
à espera da penetração
É por isso que eu
morro de inveja da virgindade dos jovens

Eu também tenho inveja de outras coisas
além da mochila
do all star e da virgindade dos jovens
Eu tenho inveja
da ausência de culote no jeans de lycra
do nirvana tocando no mp3
dos cérebros ainda isentos de leis
da ousadia e das pernas de fora
do violão fazendo pose no case
e principalmente
morro de inveja
da carteirinha de estudante

Eu admito
Sou toda inveja dos jovens
Já que não vivi
morro
de inveja

5 comentários:

F. Reoli disse...

Eu também. Ficar adulto é mesmo muito chato. E por isso, quase sempre, me permito o velho jeans e o All Star...rs
Beijos

Salve Jorge disse...

Toma
Um mochila
Vamos pra Roma
Não vacila
Ficar velha
É coisa antiga
Melhor quem se espelha
No além da intriga
Ao contrário das formigas
CArregando suas folhas
Temos escolhas
Então não encolha
Não envelheça
Nem padeça
Cresça
E apareça
Que Roma nos aguarda
Aquilo que arde
Não tarda
Tire a farda
E vem se perder
Que logo ao alvorecer
A inveja some...

Daniel Costadessouza disse...

hahahaha "e principalmente/~morro de inveja/ da carteirinha de estudante". Ótimo, sensível, bem-humorado e cotidiano. Parabéns!

Three Love's disse...

pior...
inveja da carteirinha de estudante eu também tenho.

caramba,
num acredito no que acabei de confessar,

b.e.i.j.o.s.

Ana disse...

Inveja eu fiquei foi do seu texto!!

Beijo!

PS Também morro de inveja de tudo nesses jovens insuportáveis...rs...