terça-feira, 10 de junho de 2008

Je vous salut, jeune Chienne, por Nina Tucklam

.
foto de Jan Saudek
Percebo que, afinal,
sou apenas uma vadia da mamãe
cheia de pequenos
detalhes virgens.

Uma Miss Dalloway
simulando uma festa de vida,
mas amando beber a sorte de canudinho:
vadia mimada
cujo príncipe encantado
não passa do mesmo
sempre dedo esfregando a xota edredonada.

E você procura tanto
pelas ruas
a desgraça de um bom drama,
uma garrafada, baixarias em pé;
arreganha, pois, a alma,
depois as pernas cambetas,
os seios mecânicos,
o clitóris mutilado pela genética,
e mostra de vez que um bom drama
se traveste da frigidez abaixo de zero.


Nina Tucklam
mais acidez no Escritoras Suicidas
.

10 comentários:

Raíssa Peixoto. disse...

Nussa!

Desde quando revisava os rascunhos de Virginia Woolf não tive o prazer de ler algo tão visceral, algo permeado por um lirismo negro e ao mesmo tempo fino na sacralidade da devassidão precoce, mas distantemente feminino (no sentido de soar frágil e colorido de mocidade pueril).

Que inveja dá ler um texto assim!
Nina põe muito marmanjo intelectualóide no chinelo, quero dizer, na pantufa!

PS.: Valeu pelo convite, querida!
Vou falar do blog para minhas professoras.

BeijOOO. ~:)

enten katsudatsu disse...

Heheheheheheheheheheheehe.

Que trem interessante!

Por Zeus que acabo com essa frigidez e ainda uivo loucamente com aliterações contidas de música e flores inibriadas da madruga.

Muito bom escrito.


Cássio Amaral.

Anônimo disse...

Caraca...
essa Nina é sapata.

mas é melhor que chupar um absorvente ensopado de sangue O
+

Anônimo disse...

o mundo tá infestado de poetas, mas cadê a poesia afinal???


tá aqui, ó!


Gustavo Martins Dürer.

José Calvino disse...

Gostei, Nina!
Quem ler em linhas gerais dará razão aos poetas e escritores que, desde os tempos de Homero, exaltam a mulher na suprema arte do amor. É uma marca da criação, uma emoção estética, que fala de outro prazer como na essência do sensual.

PS.Valeu! Idem, idem a foto de Jan Sandek.
Beijão do,
José Calvino
Recife

Marcelo Mendonça disse...

DRAMEI

Germano V. Xavier disse...

Potente, Abreu!

Leio.

Germano

Three Love's disse...

Nina Nina Nina...

caramba!

Dolfo disse...

bom, bom, muito bom!

Juliana disse...

O feminino no cru, de verdade.