quinta-feira, 31 de julho de 2008

por Lais Mouriê


Resgatei as pétalas da flor atropelada

e fiz perfume.


Agora poderei enfrentar a primavera

exalando sangue e jasmim.


5 comentários:

KimdaMagna disse...

Curto e mortífero.

Xaxuaxo

José Calvino disse...

É a pergunta que se faz poesia. Lais com sua habilidade narra, em estilo curto, com equilíbrio e precisão, um mundo que as flores tem um intenso poder significativo.
Parabéns, poetamiga.
Beijos do,
José Calvino
Recife

Cláudia I. Vetter disse...

O Perfume. puro.

;)

bossa_velha disse...

nossa nossa nossa!
curto e lindo.

Salve Jorge disse...

Que seu sangue
Seja mangue
Seco
Cerco
Jasmim
Jaz sim
Em mim...