segunda-feira, 29 de setembro de 2008

AINDA QUE EU, por Karla Jacobina

Ainda que eu seja bonita
Ainda que eu seja bonita e boa de cama
Ainda que eu seja bonita, boa de cama e inteligente
Ainda que eu seja bonita, boa de cama, Lilian Wite Fibe
e não dependure calcinhas no chuveiro
Ainda assim "ainda que"
Pois os rótulos não se ajustam nada bem ao meu quadril.

6 comentários:

Gabriele Fidalgo disse...

Rótulos são absolutamente desajustáveis!

Adorei, Karla!

Magnum Borini disse...

Olá! uau... adorei! nossa achei seu blog tão legal! bonitinho e dinamico!
parabéns e continue assim!
abração!

Versos Insensatos disse...

Mais uma vez fico admirado com seus versos, mais uma vez é simplesmente Karla Jacobina.

Thiago A.

Three Love´s disse...

rsrsrs... delícia de texto,
realmente... rótulos não se ajustam,
ainda que que não ajustam nesse seu quadril;

b.e.i.j.o.s.

Hardie Poupette. disse...

eu super penduro calcinhas no chuveiro;

"Foi lindo o dia em que ela pendurou a primeira calcinha na torneira do chuveiro do meu mocó-saló [...]
Pelo jeito que a calcinha fica pendurada sabemos se o amor vai ser fodido ou só mais um que passa. A calcinha pingando lentos gerundios de "d", como na minha terra, ino, fazeno, ...morreno..
Eu me abaixei e bebi aqueles pingos de confusão e precipício."

do amigo Xico Sá.

Beijo pra vc minha linda.

joao de miranda m. disse...

Gostei.