domingo, 23 de novembro de 2008

Ilha, por Adriana Monteiro de Barros (CONVIDADA)




ILHA

Hoje sentada na cama do meu quarto,
viajo semanas em segundos,
me embalo nos minutos que se eternizam
e transmutam realidades em breves delírios.
Tenho flashes do que deixei lá fora
nas memórias que dormem comigo agora.
Acalanto pela dor da alma os limites do corpo.
Nesse instante, meu mundo é uma divisa,
uma tênue e imensa linha
de quartos
e quatro paredes de dor.

by adriana monteiro de barros -


Adriana lançou este ano seu primeiro livro de poemas "Pianos Invisíveis" e escreve o blog: http://dascoisasqueeunaosei.blogspot.com

2 comentários:

Cosmunicando disse...

que bom ver Adriana por aqui =)

Adriana Monteiro de Barros disse...

Que alegria ser bem recebida!
bjs para todas
adriana