quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Quando não há, por Lais Mouriê.


Hoje as palavras não querem dizer.

Um beija-flor pousou na janela.

Era tarde e madrugada.

Era leve e colorido.

Deixarei ele falar por mim.

4 comentários:

Salve Jorge disse...

Pra que palavras
Se lavras
Tão bem
Com beijo e flor
Para além
Do que convem
Ver
Um ser
Puro signo...

Jr. Magal disse...

não falaste
nada...
mais disseste
tudo...
o beija-flor
só completou.

muito bom isso tudo...

Heron Salomão disse...

muito bom..
..o beija flor
desde a antiguidade
sempre
símbolo
de equilíbrio
e beleza..
gostei do blog
e estou divulgando-o
se puderem
comentar minhas poesias
ficarei grato

um abraço pra v6 7
rsrfsr

Three Love´s disse...

lindo... algumas vezes é belo saber calar e deixar um "beija-flor" falar.

b.e.i.j.o.s.