segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Mulher Maravilha,por Karla Jacobina


Da capa de mulher maravilha, fez uma fronha. Ficou linda, azul e branco, toda estrelada. Ajeitou sua cabeça solitária no meio e sentiu a dor que só as heroínas sentem quando fazem fronhas das capas protetoras.
O intuito não era proteger seu sono de pesadelos, tampouco elevar sua consciência às estrelas. O intuito era continuar sendo mulher mesmo quando a maravilha fosse embora.

4 comentários:

J.R. Lima disse...

Nossa, que coisa legal!

Um mergulho rápido no universo das incertezas sobre o futuro.

Cosmunicando disse...

sempre maravilha =)

Maria Muadiê disse...

Vou costurar minha fronha agora.

Gabriele Fidalgo disse...

Maravilha!!