terça-feira, 12 de maio de 2009

Aspiração, por Samantha Abreu

Eu piso no acelerador.
O vento da fuga me toma o peito,
desfaz o nó na garganta,
desembaraça os cabelos,
esvaziamento.

Chego amplamente
despovoada,
não sei onde.
.

4 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Esse vazio me identifica uma lição zen.

Gostei!

Sue disse...

Te reencontrei, depois de uma longa temporada longe de blogs é muito rever sua escrita...

beijos

Ah! eu era a Sic

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Maria Muadiê disse...

Sei como é.
bjo