quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Eu estou bêbada,é verdade. Louca de você. Eu saio e parece que fica um pedaço de mim, no bar. Um pedaço junto à semana que se alonga para os nossos planos etílicos, junto com nossa cabeça repleta de ideias e aquele beijo. Eu não consigo mais te deixar junto com a conta.

E agora?

6 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

tens dinheiro sobrando.

do jeito que bebes, no teu lugar, eu compraria a garrafa no supermercado.

Mateus Henrique Zanelatti disse...

Um brinde!
Tequila e a conta.

Abraço!

Luciana Lís disse...

Já sei: põe um bar no seu quarto.

Adorei o texto!
;*

Alexandre disse...

Ave Maria.

Mariá Ortolan disse...

pra qê paga a conta?
abra uma conta :D

C. disse...

simples e de bom gosto