terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Rendição, por Samantha Abreu

.
.
De ímpeto compreendo que preciso de cores que não são minhas. Preciso furtar cor.
O lucro da resiliência não me faz menos fraca. Careço da entrega à imprudência dos atos, à doidice dos gestos, à extravagância das situações.
Assim como sou: um ardor insensato de não saber fugir. Mesmo que eu tente.
.
.
.
foto de Samantha Abreu
.

Nenhum comentário: