segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

I hope you don't mind, por Juliana Hollanda


peixinhos nadam em minha direção
ando sem rumo
diferentemente deles
não tenho foco

eles querem chegar perto de mim
e eu desejo me afastar
peço que a onda me leve
para longe
de tudo o que não posso resolver

eu amo tanto e a incompreensão do outro
aflige e me faz
gelada

minhas mãos não são guelras
desaprendi o nadar
nunca entendi o movimento do cérebro
e minhas unhas estão tão compridas
que digito palavras erradas
no teclado sem letras
da vida

peixinhos insistem em nadar
em minha direção

e eu me afogo

Nenhum comentário: