segunda-feira, 26 de abril de 2010

Segredos, por Juliana Hollanda

o asfalto guarda segredos
no baú de pegadas apressadas
trancadas a cadeado.

solas de sapato vermelhas
sangue derramado pelas pernas
perdões. raiva. stress. saudade...

asfalto sabe de novos amores
imprime marcas de sapatos
sente a intensidade dos pés.
ele não tem amigos!

é o primeiro a saber das fofocas;
adoraria poder contar segredos...
secretamente, sente-se só
e chora passos sem coração.

Um comentário:

EMILSON LOPEZ disse...

Concordo...se o asfalto falasse...aiaiai!