terça-feira, 13 de abril de 2010

Terra de Mário Quintana, por Samantha Abreu

Poema de Mário Quintana,
Cannyon Guartelá - Fev/2010.

.

2 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

eu queria sê uma abelha
pra posá na tua flô!
haja amô, haja amô!

eu queria uma placa
audio de computadô
puta dô, puta dô!



=D
marcos

Marcelo Mendonça disse...

Sempre Quintana