sábado, 8 de maio de 2010

Fazendo a Vida, por Patrícia Lage

Conheço gente que planta árvores, tem filhos, escreve livros. Eu não faço nada disso. Rego as plantas do pequeno jardim da minha varanda que nasceram porque assim quiseram, ensino sobre métricas e rimas aos filhos dos outros, leio páginas e páginas todas as noites até adormecer. Não planto, não tenho, não escrevo. Mas quando aconteço, reconheço. Cada instante tem cara de começo.

Um comentário:

Marcos Satoru Kawanami disse...

régo o rêgo da minha patroa, isso é um hobby - é assim que escreve róbi?

pra ganhar o pão, eu planto milho e escrevo abobrinha num jornaleco patrocinado por 11 municipalidades, a que serve de diário oficial.

estudei Astronomia, Engenharia Metalúrgica, Filosofia, e os diplomas ficam lindos na parede da casa de mainha; senão, já os teria queimado de há muito.

mas o que me diverte mesmo são as aulas de catecismo.